Pamela




Nascida em Recife - PE, Pamela canta desde os 8 anos de idade. Quando seus pais se converteram - na Igreja Evangélica Cristã Pentecostal da Bíblia do Brasil, em São Paulo - sua mãe Rita, hoje evangelista, fez uma campanha de oração para que Deus despertasse sua filha para algo na Igreja, já que Pamela era muito tímida e não queria nem participar do conjunto infantil.

Depois de muitas orações, Pamela foi tocada pelo Espírito Santo do Senhor e sentiu o desejo de ser um instrumento nas mãos de Deus. A partir dessa forte experiência, a menina que era envergonhada começou a cantar, e todos puderam ouvir e ver o talento e a unção que ela nunca havia mostrado. Muitos convites foram surgindo, várias portas foram se abrindo, e hoje, para honra e glória do Senhor, Pamela vem louvando a Deus e levando a mensagem que o mundo precisa ouvir através dos seus louvores. "Eu nunca pensei em ser cantora, apenas senti o chamado de Cristo em minha vida. Hoje, eu canto para adorar e exaltar ao Senhor. Agradeço a Deus por tudo o que Ele tem feito em minha vida", afirma a cantora.

O contrato com a MK Music, em 2002, iniciou uma nova fase na carreira da intérprete. Seu primeiro trabalho pela nova gravadora foi Um Passo ao Céu, voltado para o público adolescente. O álbum veio recheado com canções que levam, de uma forma descontraída e com um ritmo moderno, a mensagem de Jesus Cristo. O CD, que teve produção de Wagner Carvalho, é uma ótima opção para que os jovens evangélicos ouçam uma música de qualidade, e não se deixem influenciar pelos apelos seculares das letras musicais dos fenômenos pop da atualidade. Em 2004, Pamela lançou seu segundo trabalho pela MK, A Chuva. O CD, também produzido por Wagner Carvalho, trouxe grande diversidade de ritmos e temas, como o romantismo.

Sobre as experiências que tem vivido, Pamela acredita que elas são fruto do plano de Deus para sua vida. Por isso, ela entende que manter a fé e a persistência é fundamental para realizar os sonhos. "Nunca diga que você não é capaz, ou que você não pode. Você pode sim, porque o Senhor é quem o fortalece. E ,se você estiver triste, desanimado, creia que Deus renova as sua forças. O desejo do Senhor é fazê-lo feliz, é fazê-lo vencer. Deixe Ele dirigir a sua vida, deixa Ele guiar os seus passos e, com certeza, Ele o conduzirá ao caminho do Céu", declara Pamela.

Em 2006, a cantora lançou seu terceiro álbum, SAL E LUZ, decretando de uma vez por todas que boa música não tem idade e o que importa é fazer a diferença. "E é isso que eu quero ser, sal e luz na terra. Quero fazer a diferença aqui, como Deus fez na minha vida".

Na produção musical, o inseparável Wagner Carvalho, que desde o primeiro trabalho acompanha Pamela. Segundo ele, em SAL E LUZ há um resgate do estilo mais acústico presente no primeiro álbum. "A MK investiu para que usássemos violino ao vivo. Por isso, neste CD temos menos eletrônico e uma pegada forte, como se fosse banda ao vivo", adianta Waguinho. Mas, os elementos tecno-pop (com pitadas funk) com os quais a cantora se identifica muito bem, não poderiam estar de fora, claro. Muito menos as canções de amor que ganham toque especial através da voz doce de Pamela. Porém, a pop "Quero Muito Mais" ganhou na preferência do público e foi escolhida como a primeira faixa de trabalho.

A música título do CD é uma composição de Léa Mendonça, que diz ter recebido uma palavra de Deus de que a canção deveria ser entregue a Pamela."Ninguém esperava que ela fosse dar essa música para mim. E tenho certeza de que vai ser um marco no meu ministério", explica. Entre os compositores, além de Léa Mendonça e do próprio Waguinho, nomes conhecidos no segmento como os de Gil, Marcus Vinícius e Marcos Góes. Destaque para a música "Eu Sou do Meu Amado", que tem a participação especial de um coro de crianças. "Outra coisa importante é que a voz da Pamela amadureceu muito. Tivemos a Betânia Lima (grupo Ellas) produzindo a voz dela no CD". Já a sonoridade, segundo Waguinho, é indiscutivelmente a melhor. "Conseguimos reunir o que fizemos de melhor nos outros dois trabalhos", justifica o produtor.

SAL E LUZ tem mais um sentido para a cantora: gratidão! Ele foi todo gravando enquanto a cantora passava por um problema familiar muito sério. "Eu e minha família enfrentamos uma tremenda luta com uma enfermidade muito grave na vida do meu pai. E Deus curou meu pai do câncer", relata Pamela e conclui: "Eu nunca tinha tido uma experiência como esta com Deus. Pude ver realmente Deus agir na minha vida de uma forma que nunca vi. Vemos Deus fazer milagres, vemos Deus operar e fazer tantas coisas maravilhosas, mas testemunhei o Senhor operar de uma forma sobrenatural em minha família".

Com tanta motivação é muito natural que cantora e produtor qualifiquem SAL E LUZ como o trabalho mais coeso de Pamela. Mas não é só por isso. Houve um perceptível amadurecimento vocal adquirido, em parte, através de muitos shows realizados no último ano. E, também, Pamela e Waguinho puderam trabalhar com muita calma (o projeto teve início em 2004), escolher repertório com critério e fazer todas as experimentações que queriam. Sendo assim, ninguém vai se decepcionar. Afinal, SAL E LUZ tem um pouquinho de cada estilo que a cantora tem aprimorando ao longo do tempo. Pop para a galera mais agitada; canções românticas para os sempre apaixonados; e baladas de adoração para quem acredita que a música rompe fronteiras do sobrenatural.

Em 2007, surge um trabalho inovador no ministério da cantora. O álbum PAMELA EN ESPAÑOL é uma evolução natural, que chegou num momento especial do ministério da jovem: a maturidade. Por isso, foi desenvolvido com muito carinho e cuidado em todas as etapas. Da escolha do repertório às traduções das canções, ao trabalho em estúdio... Tudo foi conferido de perto pela direção da gravadora MK Music - na escolha do repertório, a presidente Yvelise de Oliveira; na aprovação final, a diretora artística Marina de Oliveira -, que se preocupou com os mínimos detalhes. Pamela contou, também, com a consultoria do chileno Ivan Alfonso Santiago nas versões e durante a colocação de voz. O resultado? Onze lindas canções com interpretação surpreendente e muito tempero brasileiro, que rendeu indicação ao prêmio Grammy Latino em 2007 na categoria Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Hispana.

Em 2008, Pamela lança seu quinto trabalho pela MK Music (quarto em português). A CHAVE é um marco no ministério da cantora. O álbum traz uma Pamela mais madura, com mensagens que atingem tanto o público jovem quanto o adulto. O CD, mais acústico do que de costume, conta, também, com músicas rápidas, pop rock e letras bem fortes. Apesar das mudanças, o novo trabalho continua a cara da cantora. "O CD está lindo, muito espiritual, e com algumas diferenças'', comenta. A música que dá nome ao CD foi composta por Anderson Freire, vocalista da Banda Giom.

Segundo Pamela, parte dessa mudança é devido a nova parceria com o produtor musical Rogério Vieira, o Rogerinho. ''Eu adorei porque era exatamente o que eu queria trazer para as pessoas que vão ouvir as canções. Tenho certeza de que todos serão impactados. Estou muito feliz com esse novo trabalho. A CHAVE vai surpreender, e espero que, quem escutar, possa abrir a porta do coração para Deus entrar'', disse a cantora.

Em 2009, mais surpresas. O que esperar da mistura ritmo e poesia? Letra e música empolgante, com uma mensagem criativa, bem elaborada e, quando revelamos que esse é o título do mais novo CD de Pamela, pode estar certo de que tem muito louvor para celebrar, adorar e amar. Ritmo e Poesia é o quinto CD da cantora pela MK Music, e marca o retorno ao estilo dance que a tornou famosa em todo país e no exterior

Ritmo e Poesia é um disco bem jovem e moderno, feito por três produtores: Rogério Vieira (vencedor de três prêmios Grammy Latino com álbuns de Aline Barros) Victor Junior (CD Os Arrebatados Remix 4, 'A Dança do Pinguim' e 'A Dança do Quaquito' CDs Aline Barros & Cia 1 e 2), um nome conceituado quando o assunto é batidão, e o famoso DJ Dennis, um dos mais respeitados e requisitados pelo mercado fonográfico atualmente. O trio mandou muito bem.

Além desse trio na produção, Ritmo e Poesia também tem participações especiais: Do “charmeiro” Abdullah - um dos ícones do charme nacional – nas faixas 'Tô no Céu' e 'Sobrevivi'; da cantora Marina de Oliveira, em 'Obrigado Deus' e de Jill Viegas (ex-Promisse) na romântica 'Inigualável Sensação'. Vozes que dão ainda mais brilho às letras, compostas por nomes como Davi Fernandes, Renato Cesar, Henrique Cerqueira, Adelso Freire, a própria Pamela, que assina 'Vem pra Cá' em parceria com Glorinha e muito mais.

Ouvir Músicas Gospel



Minha playlistOUVIR MINHA PLAYLIST
Login
CADASTRAR NOVO USUÁRIO

ARTISTAS Lista completa

Siga-nos no Twitter

Ouvir Músicas gospel por e-mail:




Contato

Duvidas, reclamações e sugestões pelo email admin@mp3gospel.org.

Faca parte da nossa equipe

Se voce tem conhecimento aprofundado em Javascript, PHP, mysql e .NET? Entre em contato pelo nosso e-mail. Estaremos abertos a pessoas que queiram crescer juntamente conosco.

Quem somos

Somos um grupo independente sem fins lucrativos que visa expandir a Palavra de Deus aos quatro cantos dessa terra, cumprindo o IDE que Jesus ordenou através da Internet.